Espanha usa drones na luta contra o avanço do coronavírus

País é o quarto com maior número de casos de coronavírus registrados no mundo, depois da China, Itália e Irã

As ruas da Espanha estavam assustadoramente silenciosas na última segunda-feira, exceto pelos alto-falantes montados em carros da polícia ou transportados por drones, mandando as pessoas irem para casa, enquanto os espanhóis passavam seu primeiro dia de trabalho sob um bloqueio forçado pela epidemia de coronavírus.

Os 47 milhões de pessoas da Espanha estão trancados parcialmente desde o sábado passado, com permissão para deixar suas casas apenas para trabalhar, comprar comida ou visitar uma farmácia ou hospital.

Mais de mil soldados foram enviados a 14 cidades em todo o país para ajudar a policiar o bloqueio, dizendo às pessoas para voltarem para casa, a menos que tenham um motivo para estar fora. Especialistas do exército estão aplicando desinfetante nas estações de trem.

“Se os espanhóis levarem as medidas a sério, começaremos a ver resultados em cerca de três ou quatro dias”, afirmou o coordenador de emergência em saúde, Fernando Simon. A Espanha tem, hoje, o quarto maior número de casos de coronavírus registrados no mundo, depois da China, Itália e Irã.

Fonte: MundoGeo

Principais da Semana