CEO da Azul diz que a empresa terá que tomar “decisões difíceis” daqui para frente

Segundo o executivo, hoje a empresa está tendo mais ou menos 150 voos por dia e espera chegar ao mês de julho com 250, versus uma capacidade de quase 1.000 voos diários antes da pandemia

Em uma mensagem à equipe, o CEO da Azul Linhas Aéreas, John Rodgerson, passou hoje uma mensagem transparente sobre o momento que a empresa está vivendo e falou sobre a necessidade de tomar “decisões difíceis” pela sobrevivência da empresa.

Ele diz que “infelizmente a retomada está muito mais devagar do que o esperado inicialmente” e que a empresa passará por dias difíceis e que “decisões difíceis” terão que ser tomadas. Por esse termo, entenda-se a redução da equipe e de custos desnecessários.

Segundo John, hoje a empresa está tendo mais ou menos 150 voos por dia e espera chegar ao mês de julho com 250, versus uma capacidade de quase 1.000 voos diários antes da pandemia. Além disso, a expectativa é que se chegue ao final do ano com cerca de 50% de sua capacidade.

Por conta disso, não é viável manter uma empresa com metade da receita e uma estrutura de custos inchada, e que ações deve ser tomadas já nas próximas semanas.

Rodgerson destaca que o time está buscando analisar todas as alternativas possíveis junto com os sindicatos para salvar a maior quantidade de empregos, enquanto que iniciativas como programa de demissões voluntárias, aposentadorias, licenças não-remuneradas são algumas das opções sendo consideradas. Ele também comenta sobre conversas com o governo para verificar o que pode ser feito do ponto de vista regulatório.

Ele finaliza a mensagem pedindo que todos entendam a situação difícil pela qual o mundo está passando, e destaca que, antes da pandemia, a Azul Linhas Aéreas vinha num momento de crescimento e com muita saúde, e que, em algum momento no futuro a empresa voltará a crescer.

“Um dia vamos voltar a receber novas aeronaves, mas talvez esse tempo esteja além do que todos nós desejamos”, diz John.

Fonte: Aeroin

Principais da Semana

Grupo CCR arremata os Blocos Sul e Central na 6ª rodada de leilões de aeroportos da ANAC

Os dois Blocos reúnem 15 aeroportos que movimentaram 19,7 milhões de passageiros em 2019 O Grupo CCR venceu o leilão de licitação dos Blocos Sul...

Flapper, principal empresa de aviação executiva do país, levanta US﹩ 2 milhões para impulsionar expansão na América Latina

O roadmap inclui o lançamento de 4 novos escritórios e o desenvolvimento de novas soluções tecnológicas para o setor de mobilidade aérea A Flapper , principal empresa...

‘O mercado colombiano está reagindo’: American Airlines

 A demanda vem crescendo a ponto de o passageiro sentir confiança para voar de volta Com a utilização de aeronaves wide-body para atender ao aumento...

Cingapura aceita resultados de teste no IATA Travel Pass

A Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA - International Air Transport Association) anunciou que Cingapura agora aceita resultados de testes de PCR de COVID-19...

Embraer apresenta protótipo de carro voador elétrico

Veículo de decolagem e pouso vertical da Embraer será destinado a passageiros. O protótipo de carro voador elétrico (eVTOL) é em tamanho reduzido A Embraer...