LATAM Airlines Argentina encerra operações e outras subsidiárias do Grupo seguirão operando destinos internacionais no país

O encerramento das operações da LATAM Airlines Argentina, por tempo indeterminado, ocorre em função das condições atuais do setor na Argentina, agravadas pela pandemia da COVID-19

O Grupo LATAM Airlines informa que a LATAM Airlines Argentina anunciou hoje o encerramento de suas operações, tanto de passageiros quanto de cargas, por um período indeterminado.

O encerramento ocorre devido as condições atuais, agravadas pelos impactos da pandemia do COVID-19 e pela dificuldade de construir acordos estruturais com os atores da indústria local, não sendo possível visualizar um projeto viável e sustentável a longo prazo.

“É uma notícia lamentável mas inevitável. Hoje a LATAM deve focar na transformação do Grupo para se adaptar à aviação no pós COVID-19”, afirmou Roberto Alvo, CEO do Grupo LATAM Airlines. “A Argentina tem sido e seguirá sendo sempre um país fundamental. As outras filiais do Grupo LATAM continuarão conectando os passageiros deste país com a América Latina e com o mundo”, completou Alvo.

A LATAM Airlines Argentina deixará de voar de/para 12 destinos domésticos, enquanto os quatro destinos internacionais da subsidiária para os Estados Unidos, Brasil, Chile e Peru continuarão sendo operados pelas outras subsidiárias do Grupo, assim que as restrições impostas pelas autoridades locais em função da pandemia sejam encerradas. Da mesma forma, as rotas internacionais de cargas da subsidiária argentina serão atendidas pelas demais subsidiárias do Grupo LATAM. A empresa ressalta que a LATAM Argentina é a única subsidiária do grupo que encerrará as operações.

A LATAM Airlines Argentina em breve permitirá, por meio de seus canais oficiais, as respostas e alternativas a todos os passageiros que adquiriram passagens com a companhia, de acordo com as seguintes políticas comerciais:

ROTAS NACIONAIS

–          Se a passagem foi adquirida com cartão de crédito, a companhia devolverá automaticamente o valor da compra dentro de 30 e 45 dias para o mesmo método de pagamento. Caso contrário, o passageiro deve ingressar seu pedido de reembolso pelo site latam.com/administratuviaje

ROTAS INTERNACIONAIS

–          A data do voo poderá ser alterada sem cobrança de taxa ou diferença tarifária.  Sujeito à disponibilidade da cabine e à validade do bilhete.

–          Também será possível solicitar que o valor seja convertido em um crédito de viagem para ser utilizado até 31 de dezembro de 2021 em qualquer rota da LATAM.

PASSAGENS EMITIDAS COM PONTOS PARA QUALQUER DESTINO

–          Poderá ser solicitada a devolução das passagens em pontos de sua conta LATAM PASS por meio do site latam.com; as taxas serão cobradas na mesma forma de pagamento utilizada.

Fonte: Latam

Principais da Semana

ANAC autoriza Líder Aviação a realizar transporte de oxigênio

A Líder Aviação recebeu autorização da Agência Nacional de Aviação Civil - ANAC para o transporte de oxigênio. Essa permissão faz parte das ações do órgão...

Guarulhos recebe 20 milhões de passageiros em 2020; menor número em 13 anos

Guarulhos, que em 2018 e 2019 bateu recorde no número de passageiros, caminhava para quebrar novamente a marca em 2020 O Aeroporto de Guarulhos registrou...

Descontos podem chegar a R$ 15 bilhões nas outorgas de aeroportos privatizados e devem ser estendidos a toda cadeia da indústria da aviação

 Crise gerou efeito dominó e prejudicou a todos. Segmento de ground handling defende que benefícios, se concedidos, também sejam estendidos a todos  As concessionárias dos...

Copa Airlines anuncia reinício de seus voos na Venezuela

A Copa Airlines informa que, a partir de sábado, 23 de janeiro de 2021, retomará as operações aéreas entre o Panamá e a Venezuela,...

Regulamento da aviação agrícola será modernizado até 2022

Medida foi anunciada pela Anac dentro da Agenda Regulatória da agência para 2021/2022 O Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola (Sindag) deve iniciar, nos...