Demanda por voos domésticos cai 90,97% em maio

Os desempenhos mais fracos foram registrados em abril, auge do impacto da pandemia do novo coronavírus no setor

A demanda por voos domésticos registrou queda de 90,97% em maio, em relação ao mesmo período do ano passado. A oferta de assentos nos aviões, por sua vez, teve queda de 89,58% na mesma comparação. Esses dois indicadores representam o segundo pior resultado mensal desde 2000, quando teve início a série histórica da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Os desempenhos mais fracos foram registrados em abril, auge do impacto da pandemia do novo coronavírus no setor. Os dados foram compilados pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR). Incluem as operações de suas associadas (GOL, LATAM, VOEPASS/MAP) e trazem números agregados das demais empresas nacionais.

A taxa de ocupação as aeronaves recuou 10,92 pontos percentuais, para 70,80%. Ao todo, foram transportados 538,9 mil passageiros, retração de 92,44%. De janeiro a maio, o transporte aéreo de passageiros acumula redução de 38,79% diante de igual período de 2019, com diminuição de oferta 37,11% na mesma comparação. O aproveitamento dos aviões ficou em 80,09%, recuo de 2,19 pontos percentuais. No total, as companhias aéreas embarcaram 22,8 milhões de pessoas nos cinco primeiros meses do ano, queda de 40,76%.

Mercado internacional

A demanda por voos internacionais, operados pelas companhias aéreas brasileiras, recuou 96,85% em maio, diante de igual mês do ano passado. A oferta teve queda de 95,68% na comparação anual, com a taxa de ocupação dos aviões de 62,58%, uma redução de 23,37 pontos percentuais. Foram transportados 16,9 mil passageiros, retração de 97,5%.

No acumulado dos cinco primeiros meses do ano, o transporte aéreo de passageiros ao exterior registra queda de 47,97% em relação ao mesmo período de 2019. A oferta acumula diminuição de 45,01% na mesma comparação, com o aproveitamento dos aviões de 78,62%, recuo de 4,48 pontos percentuais. No total, foram transportadas 2,06 milhões de pessoas, retração de 47,90%.

Cargas e Correios

O transporte de cargas e correios nos mercados doméstico e internacional teve queda de 52,41% em maio, diante de igual mês do ano passado. De janeiro a maio, essa atividade acumula 29,98% de redução.

Fonte: ABEAR

Principais da Semana

Resultado dos leilões de aeroportos é “vitória da ousadia”, diz Tarcísio de Freitas

Para ministro da Infraestrutura, disputa mostrou confiança e prestígio do país com investidores Com garantia de R$ 6,1 bilhões em investimentos em 30 anos e...

Cingapura aceita resultados de teste no IATA Travel Pass

A Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA - International Air Transport Association) anunciou que Cingapura agora aceita resultados de testes de PCR de COVID-19...

Em esforço para combater pandemia, Azul transporta nova remessa de vacinas, “kits intubação” e analgésicos para 16 estados

Cargas destinadas às secretarias estaduais de saúde serão distribuídas para auxiliar no tratamento de pacientes internados com Covid-19 e na imunização de brasileiros dos...

87% menos chegadas de turistas em janeiro de 2021, enquanto a OMT pede maior coordenação para reativar o turismo

O impacto devastador da pandemia COVID-19 no turismo global continua em 2021, com dados mostrando uma queda de 87% no número de chegadas de...

Emirates SkyCargo é a primeira transportadora aérea de carga a entregar 50 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 em mais de 50...

Emirates SkyCargo transporta vacinas contra a Covid-19 Por ocasião do Dia Mundial da Saúde (7 de abril), a Emirates SkyCargo comemora o marco de ser...