Demanda global por viagens aéreas cai 91,3% em maio

A oferta de assentos nos aviões diminuiu 86% na mesma comparação, com retração da taxa de ocupação das aeronaves de 31 pontos percentuais, para 50,7%

A demanda global por viagens aéreas domésticas e internacionais teve queda de 91,3% em maio, em relação ao mesmo mês do ano passado, informou hoje (1º) a Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA, na sigla em inglês). É uma leve melhora em comparação ao mesmo indicador de abril, até então o pior mês do setor durante a pandemia do novo coronavírus, que registrou declínio de 94,3%. A recuperação de alguns mercados domésticos, sobretudo a China, impulsionou os indicadores do mês. A oferta de assentos nos aviões diminuiu 86% na mesma comparação, com retração da taxa de ocupação das aeronaves de 31 pontos percentuais, para 50,7%.

“Maio não foi tão terrível quanto abril. Essa é a melhor coisa que podemos dizer. Os números mostram que a recuperação da demanda está acontecendo nos mercados domésticos. Voos internacionais permanecem virtualmente parados em maio. Nós estamos apenas no início de uma longa e difícil recuperação. E há uma enorme incerteza sobre o impacto que um ressurgimento de casos do Covid-19 poderia ter em mercados importantes da aviação”, diz o diretor geral e CEO da IATA, Alexandre de Juniac.

De janeiro a maio, o transporte aéreo global de passageiros acumula queda de 52,2%, diante de igual período do ano passado. A oferta, por sua vez, mostra retração de 44,8% na mesma comparação, com a taxa de ocupação dos aviões de 70,5%, recuo de 11 pontos percentuais.

CARGAS


O transporte aéreo global de cargas recuou 20,3% em maio, diante de maio 2019. A capacidade dos aviões para essa atividade teve queda de 34,7% na mesma comparação. O aproveitamento das aeronaves ficou em 66,4%, diminuição de 10,4 pontos percentuais. Nos cinco primeiros meses do ano, essa atividade acumula queda de 13,8%, em relação ao mesmo período de 2019. A capacidade dos aviões mostra declínio de 20,9% na comparação anual, com o aproveitamento das aeronaves de 51,3%, alta de 4,2 pontos percentuais.

Fonte: ABEAR

Principais da Semana

Embraer apresenta protótipo de carro voador elétrico

Veículo de decolagem e pouso vertical da Embraer será destinado a passageiros. O protótipo de carro voador elétrico (eVTOL) é em tamanho reduzido A Embraer...

Flapper, principal empresa de aviação executiva do país, levanta US﹩ 2 milhões para impulsionar expansão na América Latina

O roadmap inclui o lançamento de 4 novos escritórios e o desenvolvimento de novas soluções tecnológicas para o setor de mobilidade aérea A Flapper , principal empresa...

Emirates SkyCargo é a primeira transportadora aérea de carga a entregar 50 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 em mais de 50...

Emirates SkyCargo transporta vacinas contra a Covid-19 Por ocasião do Dia Mundial da Saúde (7 de abril), a Emirates SkyCargo comemora o marco de ser...

Em esforço para combater pandemia, Azul transporta nova remessa de vacinas, “kits intubação” e analgésicos para 16 estados

Cargas destinadas às secretarias estaduais de saúde serão distribuídas para auxiliar no tratamento de pacientes internados com Covid-19 e na imunização de brasileiros dos...

Cingapura aceita resultados de teste no IATA Travel Pass

A Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA - International Air Transport Association) anunciou que Cingapura agora aceita resultados de testes de PCR de COVID-19...