Embraer desenvolve soluções de transporte de carga para aeronaves comerciais

Os clientes podem optar por uma configuração de frete montada no piso caso a carga transportada não caiba nos assentos para passageiros

Motivada pelo significativo declínio do número de passageiros de companhias aéreas e pela crescente demanda por capacidade de carga aérea, a Embraer desenvolveu soluções de transporte de carga para sua linha de aeronaves comerciais. Com menos voos comerciais, que transportam passageiros e mercadorias, há uma necessidade crítica por mais espaço de carga.

“Os engenheiros da Embraer aceitaram o desafio quando os clientes perguntaram se conseguiriam encontrar uma maneira das aeronaves comerciais transportarem carga na cabine de passageiros”, explicou Johann Bordais, Presidente e CEO da Embraer Serviços & Suporte. “Hoje, os clientes podem escolher entre um portfólio de soluções para transportar carga nas cabines de seus EMB 120, ERJ 145 e E-Jets.”

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) concedeu isenção para o transporte de carga adicional em aeronaves de passageiros da Embraer. A Embraer publicou Disposições Técnicas para as famílias de jatos comerciais ERJ 145 e de E-Jets, incluindo os E-Jets E2, que explicam como acomodar a carga na cabine. Um Boletim de Serviço também está disponível para o EMB 120.

Além de possibilitar o transporte de cargas menores nos compartimentos de bagagem acima dos assentos, itens maiores também podem ser transportados nos assentos, respeitadas as restrições. A capacidade de carga útil é significativa. Por exemplo, um jato E190 de 96 lugares totalmente carregado pode transportar três toneladas métricas (ou 6.720 libras) de carga na cabine, além da carga do bagageiro inferior. Já um E195 de 118 lugares, pode transportar até 3,75 toneladas métricas (ou 8.260 libras).

Os clientes podem optar por uma configuração de frete montada no piso caso a carga transportada não caiba nos assentos para passageiros. Essa solução permite a remoção de até 70% dos assentos, com as demais áreas acomodando itens no piso da cabine. A carga deve estar contida em uma rede de proteção previamente aprovada, que é fixada aos trilhos interno e externo dos assentos. Esta solução já foi desenvolvida para um jato E195 de primeira geração, para a Azul Cargo, no Brasil.

A capacidade de carga útil da cabine do ERJ145 é de até 800 quilos (ou 1.750 libras) e a do E190-E2 de até 2,36 toneladas (ou 5.194 libras). Para clientes que precisam de ainda mais capacidade, a Embraer pode oferecer um Boletim de Serviço para configurações completas de carga, como, por exemplo, no EMB 120. Essas configurações oferecem aos operadores a flexibilidade de transportar itens de carga maiores montados no piso na cabine.

Fonte: Embraer

Principais da Semana

Em entrevista ao Infra em Pauta, ministro da Infraestrutura fala das perspectivas para o setor

Na edição especial do programa Infra em Pauta, exibido hoje (05/04), o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, também explicou sobre a “Infra...

Iberia, primeira companhia aérea a lançar o IATA Travel Pass entre a Europa e a América Latina

A Iberia colabora com a IATA (International Air Transport Association) no desenvolvimento do passaporte digital IATA Travel Pass e será a primeira companhia aérea...

87% menos chegadas de turistas em janeiro de 2021, enquanto a OMT pede maior coordenação para reativar o turismo

O impacto devastador da pandemia COVID-19 no turismo global continua em 2021, com dados mostrando uma queda de 87% no número de chegadas de...

Leilão de 22 aeroportos da 6ª rodada gera R$ 3,3 bilhões em contribuição inicial

Propostas vencedoras dos três blocos correspondem a um ágio médio de 3.822,61% Os 22 aeroportos leiloados pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) nesta quarta-feira...

Flapper, principal empresa de aviação executiva do país, levanta US﹩ 2 milhões para impulsionar expansão na América Latina

O roadmap inclui o lançamento de 4 novos escritórios e o desenvolvimento de novas soluções tecnológicas para o setor de mobilidade aérea A Flapper , principal empresa...