#AirTalks com Tiago Senna | O CEO da Itapemirim Transportes Aéreos fala dos planos para o setor

Esta edição do Air Talks traz entrevista exclusiva com Tiago Senna, CEO da Itapemirim Transportes Aéreos, novo negócio do Grupo Itapemirim. A nova empresa do setor deve realizar o primeiro voo em março de 2021

Paula Faria, CEO da Necta e idealizadora do AirConnected, juntamente com Ricardo Fenelon, correalizador da plataforma e sócio-fundador do Fenelon Advogados, conduzem o Air Talks, iniciativa que contempla entrevistas exclusivas com especialistas no setor de transporte aéreo, considerando o contexto do AirConnected DX 2020, evento que acontece nos dias 24 e 25 de novembro.

Nesta edição do Air Talks, Paula e Fenelon conversaram com  Tiago Senna, CEO da Itapemirim Transportes Aéreos, novo negócio do Grupo Itapemirim. O executivo falou da presença no setor de transporte aéreo, no contexto do Grupo, que tem atuação no transporte rodoviário, ferroviário, reunindo empresas brasileiras no segmento de transportes, infraestrutura e investimentos.

O Air Talks faz parte das ações  pré-evento do AirConnected, que são voltadas ao fomento de temas relacionados ao setor de transporte aéreo, com contribuição fundamental para a retomada do segmento no contexto da Covid-19.  O AirConnected DX 20 conta com o envolvimento dos vários atores que compõem esse ecossistema.

DESTAQUES DA ENTREVISTA

1. Tiago Senna enfatizou a atuação do Grupo Itapemirim no mercado, relacionando com a nova atuação no setor de transporte aéreo, além de detalhar como vem sendo desenhado todo o processo para o início da operação da Itapemirim Transportes Aéreos.

2. Outro ponto abordado na entrevista foi sobre o atual  cenário desafiador em que a nova empresa é lançada para o setor no contexto mundial, com novas demandas em função da Covid-19, destacando as estratégias para o início das operações.

3. O CEO da Itapemirim Transportes Aéreos falou ainda sobre onde será a base da empresa e como tem sido pensada essa atuação, considerando as demais companhias aéreas e as necessidades do mercado nacional, além do tamanho da da frota. 

4. O executivo falou também sobre a  expectativa para o início das operações, geração de empregos diretos e indiretos, além das regiões e nichos que a companhia atenderá. O que o mercado e os consumidores podem esperar da Itapemirim Transportes Aéreos e as inovações que a empresa irá incorporar ao mercado também foi tema da pauta.

Principais da Semana