#AirTalks com o Cel Av Luiz Paulo da Silva Costa | O gerente de projetos da Hobeco destaca a atuação com foco na segurança do espaço aéreo

Esta edição do Air Talks traz entrevista com o coronel-aviador Luiz Paulo da Silva Costa, piloto de Caça da Reserva da FAB e gerente de projetos da HOBECO. Além de abordar a atuação da companhia, o executivo falou da participação no AirConnected DX 2020

Paula Faria, CEO da Necta e idealizadora do AirConnected, juntamente com Ricardo Fenelon, correalizador da plataforma e sócio-fundador do Fenelon Advogados, conduzem o Air Talks, iniciativa que contempla entrevistas exclusivas com especialistas no setor de transporte aéreo, considerando o contexto do AirConnected DX 2020, evento que acontece nos dias 24 e 25 de novembro.

Recentemente os executivos entrevistaram o coronel-aviador Luiz Paulo da Silva Costa, piloto de Caça da Reserva da FAB e gerente de projetos da HOBECO, Luiz Paulo da Silva Costa. A pauta abordou, entre os vários pontos, os 88 anos de atuação da companhia. O bate-papo destacou os serviços da empresa: instalação de equipamentos e sistemas meteorológicos, treinamento de software e hardware, instalação e manutenção de estações meteorológicas (presencial e por monitoramento remoto), serviços de manutenção preventiva e corretiva em sistemas implantados, entre outros.

O executivo enfatizou que a Hobeco é  representante dos produtos Vaisala e fornece soluções com tecnologias adaptáveis para todos os extremos climáticos. Costa destacou, ainda, a participação da empresa no AirConnected DX 2020, que contempla ações  pré-evento, como o Air Talks e que são voltadas ao fomento de temas relacionados ao setor de transporte aéreo.  O AirConnected DX 20 conta com o envolvimento dos vários atores que compõem esse ecossistema. 

DESTAQUES DA ENTREVISTA

  1. O coronel-aviador Luiz Paulo da Silva Costa falou sobre a trajetória da Hobeco no país e da relação com o setor de transporte aéreo, destacando os mercados que estão no radar da companhia.
  1. O Cel Av Luiz Paulo abordou também a importância do trabalho da empresa no contexto da segurança do espaço aéreo, destacando como a violência dos eventos meteorológicos impactam a segurança do espaço aéreo brasileiro e, consequentemente, os negócios no país.
  2. O Cel Av Luiz Paulo enfatizou, ainda, a expectativa em relação ao AirConnected e ao mercado brasileiro, principalmente em aeroportos de baixo movimento e já considerando o contexto da Covid-19. Outro ponto apontado foi sobre a condição de sustentabilidade apresentada nesse nicho: se permite que haja um desenvolvimento com custos reduzidos. 
  3. E concluiu falando como será a participação da Hobeco no AirConnected DX 2020, bem como das soluções que serão apresentadas para o setor.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Principais da Semana

‘O mercado colombiano está reagindo’: American Airlines

 A demanda vem crescendo a ponto de o passageiro sentir confiança para voar de volta Com a utilização de aeronaves wide-body para atender ao aumento...

GOL aprimora a experiência do Cliente no WhatsApp

Solução desenvolvida pela parceira Inbenta integra os canais de atendimento e possibilita que todo o processo de check-in seja feito no aplicativo, entre outras...

Conheça Rogerio Andrade, CEO da Avantto, que viabilizou o modelo de compartilhamento de aeronaves no Brasil

A Avantto é empresa líder no segmento de compartilhamento de aeronaves executivas. Com mais de onze anos no mercado brasileiro, a companhia já se...

Cingapura aceita resultados de teste no IATA Travel Pass

A Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA - International Air Transport Association) anunciou que Cingapura agora aceita resultados de testes de PCR de COVID-19...

Flapper, principal empresa de aviação executiva do país, levanta US﹩ 2 milhões para impulsionar expansão na América Latina

O roadmap inclui o lançamento de 4 novos escritórios e o desenvolvimento de novas soluções tecnológicas para o setor de mobilidade aérea A Flapper , principal empresa...