IATA AGM pede reabertura urgente das fronteiras com testes COVID-19 e eliminação de medidas de quarentena

As viagens internacionais continuam 90% abaixo dos níveis de 2019

A Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA) concordou unanimemente, em sua 76ª Assembleia Geral Anual (AGM), em instar urgentemente os governos a abrirem as fronteiras para viagens. A IATA está promovendo o teste sistemático de viajantes internacionais como uma medida para remover as restrições internacionais e a imposição de períodos de quarentena.

A quarentena destrói a demanda por viagens aéreas, e os governos precisam considerar urgentemente seu impacto socioeconômico. As viagens internacionais continuam 90% abaixo dos níveis de 2019. Os dados mais atuais destacam que cerca de 46 milhões de empregos sustentados por viagens aéreas podem ser perdidos e a atividade econômica gerada pela aviação pode ser reduzida em 1 , 8 trilhões de dólares.

“As pessoas querem e precisam viajar livremente. As medidas propostas pelo Guia de Decolagem da Organização da Aviação Civil Internacional (ICAO) garantem a segurança das viagens aéreas. No entanto, o fechamento de fronteiras, restrições de movimento e medidas de quarentena impedem viagens. Devemos aprender a conviver com o vírus. Mas isso não significa que tenhamos de destruir a aviação e colocar milhões de empregos em risco, paralisar economias e destruir o tecido social internacional. Hoje estamos prontos para abrir as fronteiras com os testes de rotina do COVID-19 ”, disse Alexandre de Juniac, Diretor Geral e CEO da IATA.

Em sua resolução, a AGM também:

  • ratificou o firme compromisso da indústria com a implementação global de protocolos de biossegurança;
  • incentivou os governos a implementarem o guia desenvolvido pela ICAO;
  • exortou os governos a garantir a prioridade da vacinação COVID-19 de funcionários da aviação e viajantes internacionais, uma vez que tratamentos seguros e eficazes estejam disponíveis e os profissionais de saúde e grupos vulneráveis ​​sejam protegidos.

A AGM mais uma vez enfatizou o papel vital do transporte aéreo durante a pandemia, garantindo a distribuição oportuna de medicamentos, kits de teste e equipamentos de proteção e, em um futuro próximo, a distribuição de vacinas em todo o mundo.

Fonte: ALN News 

Principais da Semana