Com pandemia indicadores do setor aéreo reduzem 50% em 2020

Último semestre do ano marca retomada do setor

O transporte aéreo apresentou retração de 29,5% na demanda de passageiros pagos transportados (RPK) e de 27,6% na oferta de assentos-quilômetros (ASK) no mercado doméstico em dezembro de 2020. Com esse resultado, no acumulado do ano, a demanda e a oferta apresentaram redução de 48,7% e 47%, respectivamente. Esse foi o pior desempenho aferido nos indicadores em mais de uma década.

Apesar da forte retração acumulada no ano, ocasionada pela pandemia provocada pelo novo coronavírus, os dados de dezembro no mercado doméstico foram os melhores apurados desde o início do surto da doença no país. Os números detalhados estão disponíveis para consulta no relatório divulgado (clique para acessar) nesta quarta-feira (20/1) pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

A quantidade de passageiros pagos em voos domésticos em dezembro de 2020 foi 5,6 mi, número 36,4% inferior ao mesmo mês do ano anterior. No entanto, foi o maior volume registrado desde fevereiro de 2020. De janeiro a dezembro de 2020, foram transportados 45,2 mi de passageiros domésticos pagos, queda acumulada de 52,5% em relação ao mesmo período de 2019.

O percentual médio de ocupação de aeronaves no mercado doméstico em dezembro passado foi de 81,6%, redução de 2,5% ao apurado no mesmo mês de 2019. Nos 12 meses do ano, a taxa foi de 80%, o que representa uma retração de 3,2% na comparação com igual período do ano anterior.

O transporte de carga e correio no mercado doméstico fechou o último mês do ano com variação negativa de 12,5% na comparação com dezembro de 2019. O volume de carga transportada em todo o período de 2020 foi de 324.438 toneladas, valor 28,3% menor do que foi apurado em igual período do ano anterior.

Mercado Internacional

A demanda e a oferta no mercado internacional acumularam queda de 71% e 62,6%, respectivamente, de janeiro a dezembro do ano passado em comparação com igual período de 2019. No último mês de 2020, os indicadores também apresentaram variação negativa quando comparado com o mesmo mês do ano anterior, da ordem de 77,3%, no RPK, e 67,1%, no ASK.

Durante todo o ano de 2020, foram transportados 6,75 mi de passageiros pagos no mercado internacional. O número é 72% menor do que foi registrado no acumulado dos 12 meses do ano anterior. O total de passageiros pagos transportados em dezembro foi 408 mil, valor 80,3% inferior ao que foi apurado no mesmo período de 2019. O indicador apresentou retração nos últimos 17 meses consecutivos.

Acesse os demais dados publicados no Relatório de Demanda e Oferta do Transporte Aéreo (clique no link).

Com informações da Assessoria de Comunicação Social da ANAC     

Principais da Semana

Avianca Holdings suspende 24 rotas internacionais

Devido à pandemia, às restrições em vários países e às incertezas que ainda têm os viajantes, a Avianca Holdings suspenderá 24 rotas internacionais, principalmente...

Demanda global por viagens aéreas cai 72% em janeiro

A demanda global por viagens aéreas nacionais e internacionais teve queda de 72% em janeiro, em relação ao mesmo mês de 2019. A Associação...

OAG e IATA fortalecem sua parceria de dados para combater a volatilidade do mercado e cronograma

A OAG , fornecedora líder mundial de dados e informações de viagens, fez parceria com a International Air Transport Association (IATA) para fornecer horários e dados de...

Azul volta a operar em Mossoró, Rio Grande do Norte

Voos terão como destino o Recife, de onde os Clientes da cidade potiguar poderão se conectar para todas as capitais do Nordeste e Sudeste,...

LATAM anuncia conversão de até oito Boeing 767-300 em cargueiros

Companhia aumentará em quase 80% a sua capacidade cargueira com a conversão de aeronaves de passageiros em cargueiros. As conversões serão realizadas em duas...