USP fará diagnóstico sobre influência de fator humano na segurança aeroportuária

Pesquisa analisará atividades de alto impacto em Congonhas, Campo de Marte e Guarulhos

A Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (FSP/USP) realizará, no âmbito do projeto “Pesquisa para diagnóstico de questões associadas à influência dos fatores humanos nos profissionais que realizam atividades com alto impacto na segurança”, um detalhado estudo sobre as implicações dos fatores humanos na segurança operacional dos aeroportos de Congonhas, Campos de Marte e Guarulhos. A pesquisa, contratada pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), terá duração de dois anos (até dezembro de 2022) e conta com o apoio da Infraero e da GRU Airport, concessionárias dos aeroportos analisados.

Nesta quarta-feira (20/1), a Diretoria da ANAC, a equipe da Superintendência de Infraestrutura Aeroportuária (SIA), pesquisadores da FSP/USP e representantes da Infraero e da GRU Airport fizeram a primeira reunião para a apresentação do projeto e detalhamento sobre como será a sua condução. O Diretor Rogério Benevides representou a Agência na abertura dos trabalhos.

Iniciativa inovadora no âmbito da segurança operacional em aeroportos, a pesquisa tem o propósito de apresentar um diagnóstico sobre a incidência de aspectos relacionados a fatores humanos nos profissionais aeroportuários e propor conclusões ou recomendações que irão direcionar ações de promoção da segurança operacional nos aeroportos.

Pretende-se avaliar as condições de trabalho e segurança dos profissionais de serviços auxiliares de transporte aéreo (ground handling) de aeroportos, visando a elaboração de recomendações para o aprimoramento da regulação e de aspectos a serem contemplados no Sistema de Gerenciamento de Segurança Operacional (SGSO) de aeródromos. O projeto gerará relatórios parciais a cada etapa concluída (nove no total) e uma análise final em outubro de 2022.

Serão acompanhadas a rotina e cada atividade dos profissionais aeroportuários (fiscais de pátio e condutores de veículos na área de movimento) para a identificação de questões associadas a fatores ambientais e de saúde ocupacional que possam afetar o adequado balanceamento entre a elaboração dos procedimentos operacionais e a capacidade humana para a realização do trabalho.

O acompanhamento do projeto e a fiscalização do contrato entre a ANAC e a FSP/USP serão realizados pela equipe de servidores da SIA.

Com informações da Assessoria de Comunicação Social da ANAC

Principais da Semana

Demanda global por viagens aéreas cai 72% em janeiro

A demanda global por viagens aéreas nacionais e internacionais teve queda de 72% em janeiro, em relação ao mesmo mês de 2019. A Associação...

American Airlines e Deloitte apresentam solução de mercado pioneira para reduzir as emissões de carbono em viagens aéreas

As companhias se uniram para desenvolver um programa piloto inovador, projetado para aumentar a produção de combustível de aviação sustentável American Airlines e Deloitte anunciaram...

Azul volta a operar em Mossoró, Rio Grande do Norte

Voos terão como destino o Recife, de onde os Clientes da cidade potiguar poderão se conectar para todas as capitais do Nordeste e Sudeste,...

Avianca Holdings suspende 24 rotas internacionais

Devido à pandemia, às restrições em vários países e às incertezas que ainda têm os viajantes, a Avianca Holdings suspenderá 24 rotas internacionais, principalmente...

OAG e IATA fortalecem sua parceria de dados para combater a volatilidade do mercado e cronograma

A OAG , fornecedora líder mundial de dados e informações de viagens, fez parceria com a International Air Transport Association (IATA) para fornecer horários e dados de...