Azul volta a operar em Mossoró, Rio Grande do Norte

Voos terão como destino o Recife, de onde os Clientes da cidade potiguar poderão se conectar para todas as capitais do Nordeste e Sudeste, além de cidades importantes do Norte e Centro-Oeste

Pousou ontem em Mossoró, no Rio Grande do Norte, a primeira aeronave da Azul após quase um ano da interrupção dos voos em função da pandemia. A retomada das operações foi celebrada com o tradicional batismo em jatos d’água no avião e uma pequena cerimônia com autoridades locais.

Partindo de Mossoró, o Cliente voará a bordo de aviões modelo ATR 72-600, com capacidade para 70 Clientes, com destino ao Recife, principal centro de conexão da Azul no Nordeste, de onde poderá se conectar para 30 destinos diretos, como Belém, Teresina, Manaus, Belo Horizonte, Salvador, Fortaleza, Natal, Maceió, Aracaju, Porto Alegre, Vitória, Rio de Janeiro e São Paulo. As ligações com a capital pernambucana vão ocorrer três vezes por semana ao longo de março, passando a uma operação diária em abril.

“Estamos felizes em poder pousar novamente em Mossoró, um importante polo do estado do Rio Grande do Norte. Com a volta dos nossos voos, os Clientes da cidade potiguar poderão contar novamente com a opção do modal aéreo para se deslocar por todas as regiões do país, o que vai tornar as viagens mais cômodas e convenientes seja a lazer ou a trabalho. Desde o início da pandemia criamos diversas medidas de higiene e vamos aplicar esse protocolo também nos voos para Mossoró, buscando garantir a saúde e o bem-estar de Clientes e Tripulantes a bordo”, destaca Vitor Silva, gerente de planejamento de malha da Azul.

Além de Mossoró, em março, a Azul, eleita a Melhor Companhia Aérea pelo ranking 2020 do Tripadvisor, também retoma operações em Jaguaruna, Santa Catarina, chegando a 117 cidades atendidas no Brasil.

O novo padrão de limpeza e segurança da Azul 

A Azul reforçou a limpeza de suas aeronaves a cada voo e à noite, seguindo os protocolos sugeridos pela IATA e Anvisa. A companhia também foi a primeira do país a tornar obrigatório o uso de máscaras por Tripulantes e Clientes, tanto a bordo quanto em solo. Em outra iniciativa pioneira, a Azul passou a medir a temperatura dos Tripulantes a cada início de turno, aumentando a confiança em solo e a bordo e preservando a vida e a segurança de todos. 

A companhia tem orientado o check-in pelo aplicativo e, para aqueles que precisa despachar a bagagem, sugere o uso das bancadas digitais de autoatendimento, em que o próprio Cliente etiqueta sua bagagem sem contato com a tela dos tablets. Para o embarque, a Azul lançou o Tapete Azul, tecnologia pioneira no mundo, que é composto por um conjunto de projetores e monitores. Por meio de realidade aumentada, projetores no chão formam um tapete virtual colorido e móvel que convida a pessoa a se posicionar na fila de acordo com seu número de assento. A inovação vem proporcionando uma diminuição de cerca de 25% no tempo em que uma pessoa leva entre embarcar e sentar dentro do avião e, de quebra, contribui para o distanciamento social, já que os Clientes convocados para o embarque ficam a quatro metros de distância entre si. 

A bordo da aeronave, lenços umedecidos estão à disposição para uso dos Clientes e dos Tripulantes da Azul e sachês de álcool em gel são distribuídos a todos os viajantes. A companhia também tem utilizado descontaminantes bactericidas que contam com um princípio ativo que elimina vírus e bactérias em 99,99% dos casos.  

Além disso, a empresa também adotou o sistema de raio ultravioleta da Honeywell para a limpeza do interior de suas aeronaves. O UV Treatment System é capaz de auxiliar a limpeza do interior de uma aeronave em menos de 10 minutos. A tecnologia representa uma camada a mais de segurança que será gradualmente introduzida na frota da Azul, a primeira empresa aérea da América Latina a trazer essa inovação.  

Somando-se a isso e à limpeza dupla nos assentos, mesinhas, bolsão, banheiros, encosto de cabeça, cinto de segurança, janela, paredes e compartimentos superiores, a Azul vem atendendo todas as normas de procedimento de limpeza e desinfecção sugeridas pelas autoridades sanitárias. O serviço de bordo passou a ser realizado ao final do voo, garantindo o uso da máscara durante toda a viagem, e o desembarque agora é realizado por fileiras, evitando as costumeiras aglomerações no corredor no momento de saída da aeronave. 

Com informações da Assessoria de Imprensa

Principais da Semana

Flapper, principal empresa de aviação executiva do país, levanta US﹩ 2 milhões para impulsionar expansão na América Latina

O roadmap inclui o lançamento de 4 novos escritórios e o desenvolvimento de novas soluções tecnológicas para o setor de mobilidade aérea A Flapper , principal empresa...

Resultado dos leilões de aeroportos é “vitória da ousadia”, diz Tarcísio de Freitas

Para ministro da Infraestrutura, disputa mostrou confiança e prestígio do país com investidores Com garantia de R$ 6,1 bilhões em investimentos em 30 anos e...

Embraer apresenta protótipo de carro voador elétrico

Veículo de decolagem e pouso vertical da Embraer será destinado a passageiros. O protótipo de carro voador elétrico (eVTOL) é em tamanho reduzido A Embraer...

Cingapura aceita resultados de teste no IATA Travel Pass

A Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA - International Air Transport Association) anunciou que Cingapura agora aceita resultados de testes de PCR de COVID-19...

Avião Solidário da LATAM supera 20 milhões de vacinas contra a Covid-19 transportadas gratuitamente no Brasil

Marca será obtida entre hoje (8/4) e amanhã (9/4) com os novos embarques voluntários da LATAM Cargo para 15 estados brasileiros O programa Avião Solidário, da...