AirConnected 2021 amplia alcance da pauta de transporte aéreo e acontece paralelo à iniciativa de cidades e mobilidade

 O evento acontece em formato híbrido, entre 01 e 03 de setembro, paralelo ao Connected Smart Cities & Mobility. Transporte aéreo resiliente, flexível e tecnológico será o centro dos debates

Com agenda programada entre 01 e 03 de setembro de 2021, o AirConnected, iniciativa da Necta que está inserida na continuidade dos trabalhos voltados ao fomento de temas relacionados ao setor de transporte aéreo,  acontece em formato híbrido, com ação presencial, em São Paulo (SP), e online ao vivo. O tema “Transporte aéreo resiliente, flexível e tecnológico” será o centro dos debates e o evento conta com parceria do Fenelon Advogados.

E, com o objetivo de conectar ecossistemas e ampliar os debates e alcance da pauta, principalmente no atual cenário de pandemia da Covid-19, o AirConnected 2021 será realizado paralelo ao Connected Smart Cities & Mobility, mais importante iniciativa de cidades e mobilidade urbana do País. Além do fórum, que reúne especialistas nacionais e internacionais, a edição conta com rodadas de conexões e negócios, exposição de empresas do setor, além de ações pré-evento. 

“A edição 2021 do AirConnected será especial e foi desenhada para acomodar as necessidades e formatos que o atual momento exige, enxergando as conexões entre os ecossistemas de transporte aéreo, cidades e mobilidade urbana. Outro ponto fundamental foi unir as principais oportunidades e tendências do mercado em eventos distintos, porém únicos e inovadores, promovendo a integração das pautas e do público e, sem dúvida, aumentando o alcance de forma importante”, enfatiza Paula Faria, CEO da Necta e idealizadora do Connected Smart Cities & Mobility.

Impactos da pandemia

De acordo com a Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA – International Air Transport Association), as companhias aéreas da América Latina apresentaram queda de 71,8% no tráfego na comparação 2020/2019. No Brasil, o número de passageiros transportados em voos domésticos, em 2020, teve queda de 52,5% em relação ao ano anterior, conforme a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

“A pandemia tem desafiado a forma de atuação de todos os mercados e, mais ainda, exigido que empresas e governos incorporem novas tecnologias e ferramentas em uma velocidade nunca vista antes, seja na oferta de produtos e serviços, seja na forma de se relacionar com os diferentes públicos. O nosso propósito é conectar ecossistemas, por meio da sinergia dos vários segmentos e, nesta conjuntura, não poderíamos ser mais assertivos em relação ao nosso papel, no sentido de criar mecanismo para o debate sério e a retomada econômica”, comentou Faria.

“E, a partir das nossas experiências, resultados e o comportamento do cenário, desenvolvemos e viabilizamos o melhor formato para as nossas ações e de parceiros. Reunir os gestores públicos e demais atores decisores do ecossistema de cidades inteligentes, mobilidade urbana e transporte aéreo é inédito e trará uma nova perspectiva sobre como pensar as políticas públicas para o Brasil a partir dessa nova realidade”, disse Faria.

Abordagens do AirConnected 2021

Tecnologia, Segurança & Automação: com ênfase em inovação e conectividade; experiência sensorial e emocional do passageiro; automação; autoatendimento; e processamento e localização da bagagem.

Tendências da Mobilidade Aérea: a proposta é debater com profundidade sobre eVTOL (veículo voador elétrico para uso urbano); táxi aéreo; drones; MaaS (Mobilidade como um serviço); e mobilidade aérea integrada ao planejamento de transporte multimodal.

Meio Ambiente: trará abordagem sobre sustentabilidade e licenciamento ambiental. 

Gerenciamento & Regulação: com as pautas sobre regulação e certificação; gestão de stakeholders; interoperabilidade; governança; e formação de mão de obra.

Construção & Design: sobre os modelos de infraestrutura; arquitetura; construção e instalações; modelos de financiamento; como o investimento necessário será obtido; e parcerias público-privadas (PPs).

Torre de Controle: controle de tráfego aéreo e sistemas de equipamentos.

Operações: companhias aéreas; serviços auxiliares de transporte aéreo; e equipamentos para rampa e pátio.

Varejo, Serviços e Publicidade Aeroportuária: modelos de receita; descrição de como as receitas serão geradas; fluxo de renda; mapa do aeroporto (roteiro com opções de serviços, varejo, restaurantes); conceito comercial em aeroportos (lojas: arquitetura da área comercial, influência da cultura local e perfil do cliente em aeroportos).

Publicidade: com abordagem sobre vantagem da publicidade em aeroportos; campanhas locais, regionais, nacionais e internacionais.

Edição histórica 

Sob o tema Futuro pós-coronavírus: a interligação do ecossistema para manter o mundo conectado,  o Air Connected 2020 reuniu os principais atores do setor de transporte aéreo para debater sobre as perspectivas para o ecossistema. A iniciativa contou com aproximadamente 100 palestrantes, 3 mil participantes e mais de 16 mil acessos aos conteúdos.

Com informações da Assessoria de Comunicação e Imprensa  do AirConnected

Principais da Semana