H125 da Airbus Helicopters recebe certificado de aumento de performance pela EASA

A Airbus Helicopters recebeu certificação da Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA) pela melhora de performance de seu helicóptero monomotor H125

Anunciada na Heli-Expo do ano passado, esta importante evolução amplia o rendimento da aeronave em até 10%, aproveitando ao máximo a potência disponível dos atuais motores Arriel 2D da Safran Helicopter Engines.

Enquanto o peso máximo de decolagem da aeronave permanece inalterado, suas capacidades de elevação de carga externa e interna aumentam para uma grande parte do domínio de voo (em até 140kg), assim como altura máxima em que pode pairar (OGE, em inglês), que no peso máximo de decolagem cresce mais de 1.500 pés, podendo chegar até 12.600.

“Nossa ambição é melhorar constantemente nossos produtos e contribuir com mais vantagens competitivas para nossos clientes”, comenta Axel Aloccio, chefe do Programa de Helicópteros Leves. “A potência adicional que este upgrade oferece representa um aumento de carga útil de 10% a 20% para uma típica missão de trabalho aéreo em comparação com as capacidades de levantamento atuais da aeronave e confirma a superioridade do H125 em termos de carga útil e na relação custo-benefício”.

Esse extra será incluído como uma característica padrão, sem custos adicionais, em todos os novos H125 a serem entregues a partir de setembro de 2021. Uma solução de modernização em uma atualização de software VEMD, disponível na Thales por meio de retrofit na loja ou troca padrão, também estará disponível para todos os H125s já em serviço na região da EASA até o final de abril de 2021. Outras certificações internacionais são esperadas para serem obtidas nos próximos meses.

Com mais de 4.000 aeronaves em operação para quase 1.500 clientes em todo o mundo e 28,5 milhões de horas de voo acumuladas, o H125 segue liderando o mercado de helicópteros monomotores em todos os segmentos de missão graças a seu alto rendimento e capacidade multimissão. Foram entregues 1.420 aeronaves H125 nos últimos 10 anos, resultando em um market share de 52%.

Com informações da assessoria de imprensa da Airbus Helicopters

Principais da Semana

American Airlines e GOL avançam em parceria para reconhecimento de status em programas de fidelidade

O acordo foi anunciado no início de 2020, e o anúncio das milhas de bônus elite de hoje aprimora ainda mais a experiência dos clientes A...

American Airlines retoma o Admirals Club em São Paulo

O Admirals Club funciona diariamente, das 16h às 22h no Aeroporto Internacional de Guarulhos, no mezanino do Terminal 3 A American Airlines, principal companhia aérea...

Viagens domésticas aumentaram em março, mas rotas internacionais continuam paralisadas

A demanda por viagens internacionais em março de 2021 ficou 87,8% abaixo do índice de março de 2019, resultado um pouco melhor que a...

Azul volta a operar voos em Vilhena (RO) daqui a um mês

Aeroporto Brigadeiro Camarão Vilhena será o primeiro no interior de Rondônia a ter operação reativada pela companhia e receberá quatro voos semanais A partir do dia...

Azul opera último voo antes da suspensão temporária para obras no Aeroporto Regional de Dourados (MS)

A partir de agora, companhia aguarda a realização de melhorias de infraestrutura no terminal para retomar suas operações diárias na cidade; conclusão das obras...