Azul informa ao Mercado sobre o fim do acordo de codeshare com a LATAM e uma potencial consolidação da indústria

A companhia acredita que um movimento de consolidação é uma tendência do setor no pós-pandemia e a Azul está em uma posição forte para conduzir um processo nesse sentido

A Azul, a maior companhia aérea do Brasil em voos e destinos, informa ao mercado sobre o encerramento de seu codeshare com a LATAM e um possível movimento de consolidação do setor. A companhia acredita que um movimento de consolidação é uma tendência do setor no pós-pandemia e a Azul está em uma posição forte para conduzir um processo nesse sentido. A empresa contratou consultores e está estudando ativamente as oportunidades de consolidação da indústria.

“O codeshare com a LATAM foi uma alternativa em nossa resposta à pandemia. Também percebemos que a consolidação da indústria seria importante para a recuperação pós-pandemia e a companhia aérea é parte fundamental em iniciativas desse tipo. No fim do primeiro trimestre desse ano, contratamos consultores financeiros e estamos estudando ativamente oportunidades de consolidação. Acreditamos que o encerramento do codeshare pela LATAM seja uma reação ao processo de consolidação”. diz John Rodgerson, CEO da Azul. “A Azul está emergindo desta crise em uma posição de liderança em termos de liquidez, recuperação de malha e vantagens competitivas. Nossos planos não mudaram e estou confiante de que estamos na melhor posição para buscar alternativas estratégicas neste momento”, afirma Rodgerson.

A companhia aérea manterá o mercado atualizado sobre quaisquer novidades.

Sobre a Azul

A Azul S.A. (B3: AZUL4, NYSE: AZUL) é a maior companhia aérea do Brasil em número de voos e cidades atendidas, tendo aproximadamente 700 voos diários para mais de 110 destinos. Com uma frota operacional em torno de 140 aeronaves e mais de 9.500 funcionários, a Companhia possui 203 rotas em 31 de dezembro de 2020. Em 2019, a companhia aérea conquistou o prêmio de melhor companhia aérea da América Latina pelo TripAdvisor Travelers’ Choice e também foi classificada como a melhor companhia aérea regional da América do Sul pelo nono ano consecutivo pela Skytrax. Adicionalmente, em 2019, a Azul ficou entre as dez primeiras companhias aéreas de baixo custo mais pontuais do mundo, de acordo com a OAG. Para mais informações, visite http://www.voeazul.com.br/ri.
Com informações da assessoria de imprensa da Azul

Principais da Semana