Aeroporto Internacional de Belo Horizonte recebe cerca de 50 toneladas de testes de Covid-19

Parte da carga já foi liberada para quatro importadores e ainda há novos desembarques previstos para acontecer nesta semana

O Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte receberá cerca de 50 toneladas de teste de Covid-19, por meio da solução Rotas Rodoviárias ou LTL (Less Than Truckload) — alternativa que conecta portos e aeroportos (zonas primárias) do sudeste brasileiro com indústrias, comércios e importadores mineiros. Aproximadamente, 18 toneladas de testes chegaram na semana passada e o material já foi entregue a quatro empresas importadoras. Mais 8 toneladas de testes chegaram nessa quarta-feira (2) e outras 24 toneladas estão previstas para chegar ainda esta semana.

Ao desembarcar no terminal, esse tipo de carga é devidamente armazenada em câmara fria para que seja mantido o controle de temperatura. No Terminal de Cargas do aeroporto ainda é possível contar com o acompanhamento de um técnico farmacêutico, o que garante a qualidade e a integridade dos produtos durante todo o período de armazenagem.

De acordo com Caroline Reis, coordenadora de Soluções Logísticas Integradas da BH Airport, o Terminal de Cargas do aeroporto trabalha de forma segmentada e apresenta soluções logísticas customizadas, seguindo os requerimentos e necessidades de cada setor. Com isso, atende de forma eficiente diversas indústrias. Dentre elas: a de eletrônicos, energia renovável e limpa, química, de equipamentos hospitalares, insumos e produtos farmacêuticos sendo, os três últimos, do segmento de Ciências da Vida.

“Contamos com uma equipe especializada para atender as necessidades dos nossos clientes da área de saúde. Somos o único recinto alfandegado do Estado de Minas Gerais que possui o certificado de Boas Práticas de Armazenagem emitido pela Anvisa. Nossa missão é garantir a qualidade dos produtos que passam pelo nosso Hub, armazenando-os de acordo com os requerimentos necessários, monitorando todas as etapas e auxiliando no planejamento de distribuição dos testes”, ressalta.

Caroline reforça que o aeroporto está sempre em busca de oferecer as melhores soluções aos clientes, o que fortalece o terminal como um hub logístico multimodal, pronto para receber todos os tipos de cargas. “O momento é de redobrar os cuidados para prevenção da Covid-19 e ir além do modal aéreo é uma oportunidade de oferecer aos nossos clientes mais conectividade por meio da multimodalidade, contando com a eficiência e atenção também aos modais rodoviário e marítimo”, conclui.

Com informações da Assessoria de Imprensa LLYC

Principais da Semana