Leonardo e Vertical Aerospace anunciam colaboração no Programa de Desenvolvimento da Fuselagem

Vertical e Leonardo vão cooperar no desenvolvimento da fuselagem para a aeronave elétrica VX4 da Vertical

Leonardo está emprestando sua expertise, aperfeiçoada em numerosos programas civis e de defesa aeroespacial, para as aeronaves da Vertical

Inicialmente, a colaboração engloba seis aeronaves certificadas, mas pode aumentar para produção em massa de 2.000 VX4s por ano, para atender a maior fila de espera do mercado que pertence à Vertical

A parceria entre a Vertical e a Leonardo se baseia no ecossistema incomparável de parceiros da Vertical que já inclui Honeywell, Rolls-Royce, Microsoft, GKN e Solvay

A Vertical Aerospace (“Vertical”) (NYSE:EVTL) — uma empresa líder em tecnologia, com destaque para aeroespacial, e pioneira na emissão de zero carbono– anunciou hoje que irá desenvolver junto à Leonardo um programa para o projeto, teste, fabricação e fornecimento da fuselagem composta de carbono para aeronaves elétricas VX4 da Vertical.

A Vertical e a Leonardo trabalharão juntas na otimização de estruturas compostas leves, design modular, instalação de sistemas e testes estruturais para o co-desenvolvimento da fuselagem da aeronave. O acordo está atualmente em vigor para seis certificações aeronáuticas, até que seja emitida a certificação do VX4.

A aliança também criou a possibilidade de aumentar a produção de fuselagem para 2.000 aeronaves por ano, a fim de atender à demanda existente na Vertical A Vertical tem o que acredita ser a maior lista de espera para compra na indústria eVTOL, de até 1.350 aeronaves no valor de US$ 5,4 bilhões da American Airlines, Avolon, Bristow e Iberojet, incluindo opções de pré-venda da Virgin Atlantic e Marubeni, e através das colocações da Avolon, as companhias aéreas JAL e Gol.

A Leonardo possui expertise há muito estabelecida no desenvolvimento e fabricação de aeroestruturas compostas em programas civis e de defesa. A empresa aeroespacial também tem uma relação próxima com a Solvay, fornecedor estratégico de materiais compostos da Vertical. Ambas as empresas estão desenvolvendo conjuntamente materiais avançados e tecnologias de fabricação que permitirão a produção de alto volume do VX4.

A parceria da Vertical com a Leonardo se baseia em seu ecossistema incomparável de parceiros, incluindo Rolls-Royce, Honeywell, Solvay, GKN e Microsoft. A Vertical continua a crescer sua equipe de engenheiros experientes e executivos de aviação e espera iniciar o programa de voo de teste do VX4 ainda em 2022.

O VX4 da Vertical está abrindo caminho para a mobilidade aérea avançada, que deve revolucionara maneira como viajamos. Espera-se que a aeronave quase silenciosa, totalmente elétrica, tenha um alcance de mais de 160 km e atinja velocidades máximas de até 200 mph. Com capacidade para quatro passageiros, as emissões operacionais zero carbono VX4 também terão um baixo custo por milha de passageiros, semelhante ao de um táxi.

Michael Cervenka, presidente da Vertical, disse: “A Vertical é pioneira na aviação elétrica e está em uma missão para transformar a maneira como as pessoas viajam. Fiquei muito impressionado com as capacidades técnicas e de fabricação altamente inovadoras e líderes do setor da Leonardo e nossa parceria começou voando. Estou feliz que Leonardo se juntará a nós nesta jornada. Temos uma lista de pré-venda líder de mercado para o nosso VX4, e essa parceria garantirá que possamos dimensionar o programa para atender à demanda.”

Lucio Valerio Cioffi, gerente geral da Leonardo, disse: “A mobilidade aérea avançada faz parte do vocação da Leonardo em inovar usando tecnologia de ponta, centrada no ser humano e na experiência de industrialização. Temos orgulho de colaborar com a Vertical como parte de nossa visão estratégica neste novo setor.”

Giancarlo Schisano, diretor geral da Divisão de Aeroestruturas da Leonardo, disse: “A Leonardo, parceira dos principais fabricantes de aeronaves comerciais do mundo, é especializada na produção e montagem de componentes estruturais e metálicos principais para aeronaves comerciais. A empresa se esforça para trazer novas tecnologias, materiais e processos para nossas práticas estabelecidas em nossos locais de produção. Este será o caso em nossa fábrica de Grottaglie no sul da Itália, onde concentraremos nossas atividades de VX4; a planta é uma das instalações mais avançadas da Europa para produzir aero estruturas compostas.”

O desenvolvimento contínuo e a integração de soluções de ponta em todos os domínios, como a Mobilidade Aérea Avançada, é um elemento-chave do Plano Estratégico BeTomorrow2030 da Leonardo.

Com informações da Assessoria de Imprensa Approach Comunicação

Principais da Semana