Demanda global por viagens aéreas cresce 82,3% em janeiro, diante de igual mês de 2021

A demanda global por viagens aéreas domésticas e internacionais teve alta de 82,3% em janeiro de 2022, em relação ao mesmo mês de 2021, informou hoje a Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA, na sigla em inglês). Em paralelo, a oferta cresceu 51,8% e a taxa de ocupação dos voos teve uma alta de 10.8 pontos percentuais, para 64,5%, em igual período de análise. Mas apesar desse forte crescimento, os números permanecem muito abaixo dos níveis pré-Covid, pois a demanda em janeiro de 2022 foi 49,6% menor e a oferta 37,7% abaixo de janeiro de 2019. A IATA informa que estes números de janeiro não incluem qualquer impacto da guerra entre Rússia e Ucrânia.

“A recuperação das viagens aéreas continuou em janeiro, mesmo com a ômicron. Os controles reforçados não impediram a propagação da variante, mas nos locais onde a taxa de imunização da população era alta, os sistemas de saúde pública não foram sobrecarregados. Agora muitos governos estão se ajustando, pois as políticas para a Covid-19 devem se alinhar com as de outros vírus endêmicos”, afirma o diretor-geral da IATA, Willie Walsh.

Cargas

A demanda global por transporte aéreo de cargas aumentou 2,7% em relação a janeiro de 2021. Já a oferta ficou 11,4% acima no mesmo período de análise, porém 8,9% abaixo dos níveis de janeiro de 2019. Com isso, o aproveitamento das aeronaves foi de 54,1%, uma queda de 4,6 pontos percentuais.

Com informações da Assessoria de Imprensa da ABEAR

Principais da Semana