Mercado aéreo internacional tem forte crescimento na comparação com dados de 2021

Transporte de carga é o maior registrado para o mês desde o início da série histórica

No mês de fevereiro deste ano, impulsionado pelo aumento de voos internacionais, o transporte aéreo brasileiro seguiu em recuperação frente os números registrados no mesmo período de 2021, segundo dados divulgados nesta sexta-feira, 1ª de abril, pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). No mercado internacional, a demanda de passageiros e a oferta por voos tiveram crescimento de 367% e 127%, respectivamente. O total de passageiros transportados em voos internacionais teve aumento de 366% frente aos números de 2021, com quase 920 mil pessoas transportadas com origem ou para destinos fora do país.

O transporte de correio e carga paga no mercado internacional registrou o maior volume para o mês de fevereiro desde o ano 2000 — início da série histórica —, com aproximadamente 80 mil toneladas transportadas no segundo mês do ano. No período, a ocupação de aeronaves foi de 72,2%, elevação de 106% em relação ao mesmo período de 2021.

Perspectiva de avanço

Na comparação com dados registrados antes da pandemia de covid-19, no entanto, o transporte aéreo ainda precisa evoluir para alcançar os dados vistos em 2019. O mercado internacional ainda está sob reflexo das medidas restritivas adotadas há quase três anos, como fechamento de fronteiras e cancelamentos e alteração de voos. A demanda e oferta, por exemplo, ainda estão 47% e 41%, respectivamente, abaixo dos índices apurados em fevereiro de 2019.

Mercado doméstico

No mercado doméstico, os indicadores de demanda e oferta aferidos em fevereiro deste ano frente aos dados registrados em igual período do ano passado apresentaram alta de 29% e 25%, respectivamente. Na comparação com igual período de 2019, esses itens recuaram 17%, na demanda, e 14%, na oferta.

No segundo mês do ano, 5,5 milhões de passageiros foram transportados em voos nacionais. O valor representa aumento de 28% em relação aos dados apurados no mesmo período do ano passado, quando pouco mais de 4,3 milhões de passageiros viajaram para destinos dentro do país. O total de embarques no modal aéreo em fevereiro deste ano foi 24% menor na comparação com igual período de 2019.

Todos os indicadores apresentados, bem como a base histórica, estão disponíveis para consulta na página Relatório de Demanda e Oferta (clique no link para acessar).

Com informações da Assessoria de Comunicação Social da ASCOM

Principais da Semana